Apelo da Rede de Solidariedade por apoio à luta contra o despejo de Nazaré, a sua mãe e filho

#AltPT Apelo da Rede de Solidariedade por apoio à luta contra o despejo de Nazaré, a sua mãe e filho.

«QUARTA | 9H | Sede da CGD na Av. João XXI

A CAIXA TEM DE NEGOCIAR E A NAZARÉ TEM DE FICAR!

A Nazaré, o seu filho, e a sua mãe de 86 anos estão em risco de despejo. A Caixa Geral de Depósitos é a responsável.

Em 1997, a Nazaré fez um empréstimo de 72.000€ e, em 2016, já tinha pago aproximadamente 85.000€, devido a juros e despesas associadas à conta.

Mas, como tantas pessoas nos últimos anos, a Nazaré ficou desempregada e doente e por isso deram-se duas breves situações de incumprimento. Por esse motivo, a Caixa está a exigir 129.000€ “a pronto” para a Nazaré ficar com a sua casa.

Sem qualquer resposta às suas tentativas de negociação, por carta, por telefone e presencialmente, a Nazaré continuou a pagar a sua dívida todos os meses.

Entretanto, o banco tentou vender a casa da Nazaré em leilão por apenas 37.000€.

Os bancos podem incumprir repetidamente e são sempre resgatados ou perdoados. Mas, se for alguém como a Nazaré, é-se logo tratada como uma criminosa.

No dia 10 de Janeiro de 2018 às 9h vamos visitar a sede da Caixa Geral de Depósitos na Avenida João XXI junto ao Campo Pequeno para pedir um acordo de pagamento justo. Apelamos a que quem se reveja nesta luta ou sofra injustiças semelhantes que se junte a nós.

A CAIXA TEM DE NEGOCIAR E A NAZARÉ TEM DE FICAR!»

Artigo no Público sobre a Rede e o caso da Nazaré | http://bit.ly/2Eqfd6j

Guilhotina.info

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas