[França] A Alternative Libertaire mobiliza-se para a defesa de Afrin

No movimento libertário, a defesa de Afrin está no pensamento de todos. Sábado 27 de Janeiro, em várias cidades da França, milhares de pessoas marcharam em solidariedade com as defensoras e defensores do cantão curdo, há uma semana bombardeado e atacado pelo exército turco e pelos seus apoiantes islamistas do exército sírio livre. A Alternative Libertaire(Alternativa Libertária) estava lá!

Na manifestação de Paris, a mensagem entregue pela AL (ver abaixo), num tom revolucionário e anti-imperialista, destacou-se dos discursos “democratas” contidos do PCF, dos Verdes ou da França insubmissa…

Paralelamente, estava a coordenação federal da Alternative Libertaire. O nosso camarada, regressado do Curdistão sírio, Arthur Aberlin estava lá e andará em digressão de encontros-debates durante a primavera de 2018. Por outro lado, trouxe uma mensagem de Damien Keller, envolvido no Batalhão de Libertação Internacional e atualmente na frente de Afrin.

> Uma mensagem de Damien Keller desde o Curdistão sírio

Queridas e queridos camaradas,

A distância e a falta de meios de comunicação eficientes não me impediram de saber que se reuniram este fim de semana para uma coordenação federal.

Espero que junte um grande número de delegada(o)s da nossa organização, que os debates sejam produtivos e os textos construtivos.

A revolução em Rojava confirmou uma coisa sobre nós: sem uma organização anarquista, é impossível esperar por um momento intervir efetivamente num processo revolucionário, quer seja para a intervenção política na sociedade ou a autodefesa. Os nossos inimigos estão organizados e numerosos, a situação atual só pode confirmar a necessidade de construir a nossa organização.

Esta revolução está cheia de esperança, mesmo se as desilusões são numerosas, voltarei sobre este assunto em várias entradas no meu blog.

Como provavelmente sabem, hoje a situação é crítica: o enclave de Afrin está cercado pelo exército turco e os seus aliados islamistas afirmando-se do exército sírio livre. Este exército é superior a nós no plano material, mas as nossas defesas foram preparadas há muito tempo.

Quando lerão estas linhas, estarei à caminho da frente, somos várias dezenas de voluntários internacionais a juntar-se aos nossos camaradas das YPG-YPJ que, até agora, travam fortemente o 8º Exército do mundo.

A batalha pela salvaguarda do cantão de Afrin na Federação Democrática do Norte da Síria é tão importante quanto a Batalha de Kobane. Estamos num momento-chave do futuro da região.

Se Afrin cair, encorajará a Turquia a atacar o resto de Rojava.

Se ganharmos, será uma grande vitória militar e também política enquanto o partido AKP de Erdogan forjou uma aliança com o partido fascista MHP para a eleição presidencial de 2019. Uma vitória pode encorajar uma revolução na Turquia.

A batalha de Kobane foi a nossa Jarama, a de Afrin será a nossa Guadalajara.

Mas desta vez, é o nosso lado que vai ganhar.

Damien Keller, 27 de janeiro de 2018

> Discurso da Alternative Libertaire na manifestação de Paris por Afrin

Desde 2011, o Estado turco desenvolveu uma política criminal de interferência nos assuntos dos povos da Síria. Apoiou Daesh e outros grupos jihadistas para que esses bandidos pudessem defender os seus interesses na região. Esta política foi um fracasso total e só serviu para aumentar o caos e a violência injusta em todo o Oriente Médio.

Ao mesmo tempo, o Estado turco soltou repetidamente o seu furor sanguinário contra o povo curdo. O Estado turco, Estado de capitalistas e fascistas, vive com medo, aterrorizado pelo poder das massas e da revolução que lideram no Curdistão. Esta é a razão pela qual tenta por todos os meios possíveis sufocar esse grande movimento popular e afogar no sangue a sua aspiração à liberdade.

Após o cerco bárbaro de Kobane e os abomináveis massacres de Cizre, agora é Afrin que o carniceiro turco decidiu atacar. Afrin era uma zona sem conflitos, um paraíso de paz em que muitos refugiados conseguiram encontrar asilo. Aqui também, como em toda Rojava, as massas começaram a se organizar, implementando um projeto claramente progressista, democrático e feminista.

Nós, na Alternative Libertaire, condenamos fortemente o ataque turco e islamista contra Rojava e apelamos à solidariedade internacional com o povo curdo!

Sem surpresas, os Estados imperialistas e os seus dirigentes, acompanhados pelos seus lacaios regionais, apoiam a agressão turca ou acompanham-na com um silêncio conivente. Só vêem os curdos como meros peões nos seus jogos de poder e são todos cúmplices da carnificina iminente. Macron, o hipócrita, sujeita-se a Erdogan, enquanto os russos retiram as suas tropas de Afrin e abrem caminho para o exército turco. Enquanto isso, os americanos, os covardes tão felizes por ver os curdos derramarem o seu sangue na luta contra Daesh, contentam-se em pedir aos turcos que atuem com rapidez suficiente para não ameaçar os interesses americanos na região.

Que isto sirva de lição para todos nós. A verdadeira força de uma revolução não são os aviões americanos, as forças especiais francesas ou os instrutores militares russos. Não, a verdadeira força de uma revolução reside nas massas, nos milhões e milhões de homens e mulheres que, no Curdistão, na Síria e noutros lugares, levantam-se para tomar o seu destino nas suas próprias mãos e construir um futuro de paz e liberdade. São a muralha indestrutível contra a qual se esmagarão os cães da Turquia. A derrota de Erdoğan será a de Macron, Trump, Putin e todos os outros dirigentes imperialistas do mundo.

Kobane venceu, Afrin vencerá!

Viva a solidariedade internacional dos povos!

Abaixo o imperialismo e os tiranos!

> Vídeo (03:02) “Em defesa de Afrin, Paris, 27 de janeiro de 2018”:

https://vimeo.com/253219087

Fonte: http://www.alternativelibertaire.org/?Alternative-libertaire-se-mobilise...

Tradução > Gisandra Oliveira

Conteúdos relacionados:

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2018/02/04/portugal-acoes-d...

https://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2018/01/31/turquia-comunica...

agência de notícias anarquistas-ana

Video
Ver vídeo

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas