Acervo de José Mário Branco está agora acessível a todos

São mais de mil documentos, entre partituras, letras, alinhamentos de espetáculos, álbuns e canções.

A marquise de José Mário Branco tinha, até há pouco tempo, vista para os milhares de documentos que compõem o seu arquivo privado. São 76 anos, feitos no passado 25 de maio, de partituras, ficheiros de áudio, mapeamentos de álbuns, correspondência profissional e de todo o trabalho artístico enquanto cantautor, compositor e produtor, que marcou Portugal a partir da década de 1960.

Agora, quase todo este acervo pode ser acedido em http://arquivojosemariobranco.fcsh.unl.pt/. “Faltam os fonogramas”, lamenta José Mário Branco, que estão ainda licenciados a uma editora.

A ideia partiu de Manuel Pedro Ferreira, presidente do Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) da NOVA FCSH e diretor científico do projeto. “Sabia que José Mário Branco tinha um grande arquivo privado, mas guardado em más condições; a prioridade era preservá-lo e, depois, divulgá-lo”, explica.

Numa primeira fase, José Mário Branco emprestou todo o seu acervo ao CESEM, passando por um processo de digitalização, higienização e reacondicionamento. “Devolvemos tudo, mas ficámos com uma cópia integral de todos os documentos, até porque alguns não estão ainda disponibilizados no website”, afirma Manuel Pedro Ferreira. Na segunda fase, foi criado o website com uma base de dados que permite consultas cruzadas por fonte e tipo de documento. Também lá está a referência à emblemática “FMI”, que José Mário Branco vê hoje como “uma catarse feita no fim do período revolucionário… um pretexto, como diz o texto”.

A apresentação do Arquivo José Mário Branco acontece na próxima terça-feira, 5 de junho, às 17h, no auditório 1 da NOVA FCSH, e conta com a presença do próprio artista. Segue-se um momento musical com repertório daquele que é considerado o expoente máximo da canção de intervenção portuguesa.

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas